sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Então por quê?

"Se você quisesse poderia reverter
Se você crescesse e então se desculpasse
Mas se você soubesse o quanto eu ainda te amo
É que eu não posso mais ..."

Então por quê?? Essa é uma pergunta que martela incessantemente na minha cabeça. Às vezes mais intensamente, outras nem tanto... às vezes ela até toma consciência e fica lá escondidinha... Mas nunca vai embora de dentro de mim. Por quê? Por quê? Por quê? Horrível ficar sem respostas, horrível ter que supor, horrível ter que ficar sempre no "se"! Se não conta pra História, não deveria servir p/ qualquer questão da vida. Mas como tirar de dentro de si algo que está extremamente intranhado como se fosse 'natural'? Por quê nem sempre o amor funciona na via de mão dupla? Por quê um dos lados sempre tem que magoar o outro lado? O que há de errado gente?
Se, por acaso, alguém souber a solução, por favor me conte... Ficarei bastante contente, rs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário