quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Portinari no Theatro Municipal

Fui ao Municipal ver as telas de Portinari. Devo dizer que estava mais empolgada em conhecer o Theatro do que qualquer outra coisa (vergonha de dizer que não conhecia, rsrs). Casa lotadaaaa!!! É muito bom ver que as pessoas, ao contrário do dizem, curtem esse tipo de programa cultural (ainda mais gratuito).
Agora vamos por partes.... As telas, particularmente eu não gosto desse tipo de pintura, parece embaçada, mas nem por isso tiro o mérito da arte dele. Era sim um grande artista. Fiquei impressionada com o tamanho e a grandiosidade da obra. Outra coisa, ameeeei o Theatro, lindíssimo mesmo. Agora o próximo passo é assistir a algum espetáculo. Agora, a parte que eu mais gostei, rsrsrs, o restaurante (que me era totalmente desconhecido) Assirius. Estava em restauração, portanto não deu para ver em sua totalidade e plenitude. Mas genteeee, fiquei enlouquecida, é lindérrimo!!!!!!! A decoração Assíria, Fenícia, é simplesmente fantástica e belíssima.... estou na contagem para o fim da restauração para dar uma circulada por lá e tirar umas fotos.

"De Pernas pro Ar"

Hoje fui ao cinema com um amigo assistir "De Pernas pro Ar". Confesso que fui com o pé atrás, porque filmes nacionais não me atraem. Well, me surpreendi. Mesmo. Achei bem divertido, leve, sem palavrões e com um enredo lógico. Pela primeira vez eu gosto de um filme nacional e recomendo a todos.
A Ingrid Guimarães está ótima e dá conta do recado, leva muito bem o filme inteiro. Só acho a Maria Paula fraquinha, é melhor ficar mesmo no Casseta e Planeta, rsrsrs... O Bruno Garcia está apagado, mas também não cabe a ele o destaque do filme.
Apesar do filme abordar questões relacionadas ao prazer (sexual), aborda outras questões que todo ser humano se preocupa com realizações profissionais e afetivas. Palmas para o elenco e para o filme.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Petrópolis

Ontem fui à Petrópolis, coisa que não faço há um bom tempo já. Na verdade, fui com minhas primas que queriam fazer compras na Rua Teresa.
O tempo estava maravilhosoooo! Fresquinho, gostoso de andar, mesmo estando cheia. Mas lá pelas duas da tarde uma serração linda (rsrsrs, adoro gente!) começou a descer. Não me lembro de ter visto isso em dezembro, num verão daqueles (ao menos aqui no Rio). Pois bem, fui com uma das minhas primas em uma loja p/ adiantar umas coisas. Quando entramos na galeria a serração estava bem baixa, acho que não levamos nem dez minutos dentro da loja. Quando saímos caiu a maior chuva. Aff, entramos na galeria em frente para esperar o restante do pessoal. E aí, o que fazer? Meu padrinho com um guarda-chuva, minha tia e uma prima com mais um guarda-chuva e eu e minha outra prima em mais um. Até aí, tudo bem. O problema foi que ao abrir o guarda-chuva a surpresa: pelo menos 3 varetas estavam descosturadas, hahahaha... Acreditem, não é brincadeira.
O que fazer então debaixo daquele temporal, duas pessoas debaixo de um guarda-chuva mais pra lá do que pra cá? Demos o braço, colocamos as bolsas na frente do corpo para molhar o menos possível. E lá fomos nós. O resultado? Meu lado direito e o lado esquerdo dela tomaram um banho.... os pingos das varetas descosturadas caíam direto nas nossas costas. e os pés, sem comentários, absolutamente encharcados!!! E as duas antas de sandália rasteira... Bem que algo me dizia para calçar um tênis quando estava me arrumando para sair. O pior é que não dava para pular poças e coisas do gênero. Conclusão: me molhei mais do que fiquei seca (tirando a cabeça, rsrs), meus pés ficaram totalmente encharcados juntamente com boa parte da calça jeans (para ser mais exata até os joelhos). Já quase chegando no estacionamento avistei um ser vendendo guarda-chuva (já não era-se em tempo!). Comprei um, estampa de zebra e grandão. O guarda-chuva descosturado? Foi parar em uma lixeira qualquer na Rua Teresa.
Agora, só para concluir: eu AMO essa cidadezinha na serra... êêê lugar bom!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Mestrado

Oiêêê!!!!!!!!!!
Pois é, estou vendo que vale a pena me despencar pra UFRuralRJ pra começar as orientações de projeto de mestrado. Vou fazer prova p/ lá no final do ano que vem (portanto, desejem-me sorte). E realmente espero passar. Estou beeeem empolgada com a proposta e a idéia central da pesquisa.
Agora é meter a cara no estudo e contribuir para a compreensão do Mundo Islâmico Medieval!