segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Roma - dia 04

Esse foi o dia mais esperado da viagem: COLISEU!
Acordamos um pouco cedo, nossa visita guiada estava marcada para 09:40hs. Como não estávamos hospedados perto, tivemos uma boa caminhada pela frente. Circundamos o Circo Máximo (que é muuuuuito grande) e ao virar a esquina: tcharan! Deslumbra-se o Coliseu.... antes de chegar a ele, passamos pelo Arco de Constantino (cercado com grades), tiramos foto e seguimos pro Coliseu, pois tínhamos hora.  Ainda não tinha aquela filona que todos falam, entramos tranquilo e a bilheteria também estava vazia (tinham muitas cabines e acho que o povo não gosta de acordar cedo, rs). Pegamos o adevisinho pra indicar o grupo da visita e entramos com o Roman Pass (essa entrada e a do Castelo Sant'Angelo foram gratuitas porque foram as primeiras atrações que visitamos com o passe). Enquanto aguardávamos a guia tirei a minha foto abraçada a uma das colunas!!!!! Tão feliz! Enfim, a visita começou (em inglês, em um grupo de 20 pessoas). A guia nos levou ao subterrâneo, onde os gladiadores aguardavam para subirem para suas lutas na arena. Não pudemos circular por lá, pois haviam correntes separando o espaço, mas deu p/ matar a curiosidade :-) Em seguida fomos para a arena (que é uma reconstrução,  pois não há mais nada da original). E fiz meu vídeo correndo pela arena (só pra mostrar à minha mãe que achou que eu não faria isso! haha). Dali seguimos para o primeiro andar, nas arquibancadas onde o pessoal assistia as lutas. A visita finalizou no último andar (só uma observação, essas paradas, com exceção do primeiro andar, são fechadas com portões trancados à chave que só os guias tem :) Gente, lá do topo a vista é sensacional.... tanto para fora do Anfiteatro como para dentro dele. E quando olhei pra baixo que vi o lugar 'dominado' de turistas.... Quando a visita terminou, ficamos um pouco no segundo andar, me debrucei na amurada e fiquei observando.... Fiquei encantada....É muita coisa que se passa na cabeça (ainda mais para dois historiadores, rs).... Imaginar como devia ser na época das lutas e eventos, o lugar cheio e movimentado, falatório, disputas, apostas..... Antes de sair de lá passamos na lojinha p/ comprar coisinhas e seguimos para a Capela Palatina do outro lado da calçada. Confesso que fiquei um pouco frustrada ao ver que era uma rua em ladeira (com imagens representando a via Sacra) e ao fim uma capelinha. Voltamos tudo e antes de entrarmos no Foro fizemos um pit stop na lanchonete da estação do metrô para fazer um lanche e abastecer a garrafinha com água das fontes. Quando entrei no Foro Romano me senti com as energias sugadas depois de visitar o Coliseu. E lá dentro também é muito grande.... afinal ali era o fervo do Império Romano (só fiquei um pouco decepcionada porque não encontrei nenhum busto de Julio César para tirar uma foto com ele). É outro lugar colossal.... imaginar que tudo aquilo que restou ali (novamente, nada pequeno, tudo grandioso) deram vida a um momento importante da história.... as colunas de templos que sobreviveram que um dia viviam lotados... é muita coisa para se imaginar.
Quando saímos do Foro Romano seguimos em frente e nos deparamos com o Mercado de Trajano, exposto ao ar livre, as ruas  passando por cima e achados arqueológicos expostos embaixo para todos observarem. Tentamos pegar o caminho de volta para o apartamento, mas seguimos para o lado contrário e nos afastamos bem de onde deveríamos ir.... Voltamos tudo até acharmos o Mercado de Trajano. Seguimos para o lado oposto onde fomos...e passamos pelo Monumento à Vittorio Emanuelle (que se pode ver de qualquer canto da Roma Antiga). Ali, na Piazza Venezia, é bem confuso.... tem muita gente circulando, a rua larga é fechada para carros, só táxi, ônibus de turismo e charretes. É ponto de encontro de tudo e todos. Demos uma olhada, tiramos foto e seguimos nosso caminho. No meio dele achamos um Carrefour Express, entramos p/ abastecer o apto, já estávamos ficando sem comida :-)
Chegamos no apto de tardinha, pouco antes de escurecer (no momento lá, por volta de 17:30hs). Pooodres de cansados, e eu me sentindo sugada das forças. Aproveitamos para tomar um banho, descansar, baixar as fotos.... E por fim, decidimos jantar fora.
Fomos ao famoso Trastevere, bairro vizinho de onde estávamos. Que lugar legal! Bonito! Pitoresco! Cheio de pessoas na rua! Os restaurantes todos tem mesas na rua, os cardápios são expostos do lado de fora e você pode ver o que tem e o preço. Adoreeeei! Paramos em um restaurante chamado Il Tartallo. Comemos ambos um prato de gnocchi (uma delícia!), tomamos o vinho da casa, pedimos a sobremesa da casa também (e não me arrependi nem por um farelo) e um espresso cada um. E no fim pagamos 36 euros. Não nos arrependemos de nem um centavo de euro pago. Demos uma passeada pelo bairro e voltamos para o apê p/ reunir forças no sono para o dia seguinte.







Nenhum comentário:

Postar um comentário